Mensagem do Arcanjo Miguel e da Dragão Branca por Isabel Angélica a 19/01/2010




Meus amados

Eu sou Miguel, Arcanjo do Primeiro Raio, da Verdade e da Justiça Divinas. E aqui me apresento de forma pública, a passar esta mensagem através deste canal, porque os tempos são de resgate da Honra e dos Códigos da Integridade dos Cavaleiros do Templo. Aqui, na Terra!

São profundamente amados e respeitados, independentemente das vossas origens, credos, cores ou entregas. Disso nunca, jamais, tenham dúvidas! Pois Deus Pai e a Grande Deusa amavam-vos incondicionalmente e eternamente. Cada um de vós é a manifestação e vivência de Consciência Maior.

Mas, meus muito amados, chegou o tempo de pararem de fingir que não existe a escolha. A dualidade é a escolha. E a escolha implica tomar partidos. E o partido deverá ser, acima de tudo e de todos, a vossa paz e a vossa luz. A isso, os Dragões chamam de “Marcar Território”.

Já há anos que vos ando a anunciar o regresso dos Dragões. Releiam o que já veiculei através de outros canais. A minha palavra é só uma, independentemente do canal de luz que a receba. (mensagem da Celia Fenn) E os Dragões estão a regressar como símbolo do Mundo Elemental mais poderoso, assertivo, defensor e amoroso que conhecemos na História da Criação deste Mundo de Deus Pai e da Grande Deusa. São Eles que estão a desbravar o caminho para que as emanações de luz do Universo, das quais o Raio Azul é o pioneiro, possam penetrar nesta crosta densa de medo e insegurança que o vosso consciente colectivo alimenta diariamente... a todo o instante.

Podem estar a sentir que esta mensagem vos traz uma energia menos doce daquilo que me caracteriza. Estão enganados. Por tanto vos amar, aqui estou. Uma vez mais. Porque é hora dos verdadeiros Cavaleiros assumirem o seu papel e deixarem de se ocupar com externalidades que lhes desviam a atenção de forma tão oportuna.

Meus amados Cavaleiros do Templo, falo agora directamente para os vossos corações, envolvendo-vos na minha radiante Luz Azul: não há mais possibilidade de adiar, pois o tempo é agora! A Honra, a Verdade e a Justiça são os lemas. Sem eles, o Amor não existe... Sem eles, o nosso amado irmão Jesus não teria destruído as bancas dos templos, rendidas ao negócio e não há fé pura e ao amor ao Pai. Sem isso, o Rei Artur não teria edificado o seu reino como um exemplo para as gerações futuras. Sem isso, a Grande Deusa nunca teria sido honrada, pois os nossos irmãos Cavaleiros do Templo não teriam a coragem de subsistir.

Estou aqui para vos dizer: reúnam as vossas ferramentas e usem-nas. Mas atenção: estas ferramentas são as do carácter. As da verticalidade. As da integridade. Para tal, não pode entrar no vosso coração o julgamento. Não pode entrar o medo. Não pode entrar a dúvida. Não pode entrar a discrepância entre o Ser e o Fazer. Assumam os vossos sentidos únicos como humanos – são vossos há milénios – e não se esqueçam deles, pois são o outro lado da balança. Mas resgatem as vossas essências de Luz, para que Deus Pai e a Grande Deusa se manifestem aqui e agora, neste Planeta que escolhem habitar há milénios.

Meus amados, deixo espaço agora para a comunicação de um ser que é muito admirado na sua essência. E só os puros de coração, os íntegros, os verticais, estão aptos a sintonizar uma energia assim. Pois o fogo queima tudo aquilo que não vibra na Luz. Mas o fogo também alimenta aqueles que se rendem ao Amor que Deus Pai e a Grande Deusa lhe oferece.

São muitos amados.

Amados Humanos

Eu sou a Dragão Branca. E dirijo-me aos Cavaleiros Puros de Coração que agora voltam a sentar-se no nosso dorso e a quem permitimos que entrem nos nossos corações.

O tempo é de resgate de território. Toda e qualquer espécie de território que já foi da Luz e deixou de o ser durante milénios. É tempo de unidos resgatarmos o que pertence aos Puros de Coração por direito. E aqui nós, os Dragões das Estrelas, estamos a abrir caminho para os nossos irmãos Elementares para que a sua pureza também regresse à Terra – unicórnios, fadas, pegasus, duendes, ondinas, e muitos outros.

A Terra era, no seu início, território de harmonia, onde a energia do Pai e da Grande Deusa eram honrados no mais profundo respeito e sabedoria. Com o passar do tempo, fomos todos assistindo – elementais e humanos – à destruição gradual de tudo o que nos era mais precioso... do nosso lar... dos nossos lares e famílias... das nossas egrégores...

O nosso afastamento é conhecido. Releiam a minha comunicação anterior. Todos os pormenores dolorosos estão lá descritos. E agora estamos a voltar! E não regressamos sozinhos e desprotegidos. Estamos fortes e focados no nosso objectivo de resgatar a Terra que é una e da luz, onde nós podemos habitar sem precisar de nos escondermos. Onde apenas os Puros de Coração habitam e somos mutuamente respeitados.

Há muitos anos começámos a trabalhar com um canal em específico aqui neste Território. Passou de aprendiz a sacerdotisa e estamos orgulhosos dela e do seu percurso (Ana Isabel draguende). Tem-se revelado à altura da missão que lhe foi incumbida e mesmo sozinha neste Universo de Dragões, ela prosseguiu e prossegue, até se juntar a extensões de energias que consideramos neste momento dignas de ancorarem a nossa energia. São extensões que estavam adormecidas, mas que acordaram a tempo e agora não há tempo a perder. Pois tempo já tiveram a mais para todas os disparates e agressões à nossa Amada Terra e à consciência que nela respira – Gaia.

Por isso, Cavaleiros Puros de Coração, estão a ser chamados a assumirem os seus estandartes. Nós reconhecemos a vossa entrega, o vosso sacrifício, a vossa luta constante num mundo onde a inveja e a mesquinhez ainda imperam. E tal como percebem, não há tempo a perder nos floreados das palavras a dizer, pois a Verdade é só uma e dela não há forma de fugir.

Portanto, prosseguimos na reconquista do território. Para tal, cada Cavaleiro deverá ter em si os seus verdadeiros limites, devidamente moldáveis, para que não se transformem em pedras com pernas e dois olhos. Mas sejam firmes, pois estão agora a resgatar o território do poder do vosso coração que vos demorou milénios a encontrar novamente...

Recuperar o território é ter a coragem de arrasar completamente com aquilo que consideravam como seguro, deitar abaixo as muralhas de um castelo ilusório que vos mantém numa segurança fictícia. É ter coragem de mudar completamente as suas vidas e deixar para trás pedaços e histórias que não vos trazem paz, mas sim inquietude. Recuperar o território é ter coragem de ser fiel ao ser mais importante das vossas existências milenares – vocês próprios!... E só com estes é que nós trabalhamos, pois tudo o resto é falso, tão ilusório como as paredes dos castelos... Tudo o resto será destruído qual a bolha de sabão que foi criada a medo, com alicerces na dúvida e fundações na traição. Nós não sintonizamos com esses humanos.

A nossa energia é por demais preciosa para ser direccionada em processos do medo, culpa, traição e afins. Chega disso na nossa história! O tempo urge e estamos atrasados para o resgate de toda a pureza que caracteriza a Terra e os seus Seres de Luz. Sejam eles animais, homens ou elementais.

Por isso, tu, Cavaleiro Puro do Coração, és chamado ao Serviço connosco. Pois de ti sabemos tudo – sabemos da tua coragem de dizeres a tua Verdade, mesmo quando a confundem com sentimos que não são dignos de ti e te ferem o coração; sabemos da tua determinação ao virares costas ao que seria confortável para, sozinho, te aventurares no mundo, rendido ao Poder Maior; sabemos do teu caminho diário que te permite integrar a rectidão e a verticalidade; sabemos onde reside o teu poder de SER e que não o confundes com o poder de ter; sabemos que a essência que emanas é tua e não a de outro qualquer que invejas e temes; sabemos onde está a tua chama que te torne digno de pegares na tua Espada de Luz e lutares ao nosso lado.

Nós, os Dragões, vemos TUDO! Analisamos o coração de cada um. Verificamos a coerência do coração e das palavras. Avaliamos a pureza da vossa alma, principalmente sabendo que são anjos que há milénios se quiseram transformar em humanos. E tudo isso vos honra e nos liga a vocês.

Os meus Irmãos já vos tinham avisado de que trabalhar com Dragões se iria tornar moda. Tão típico naqueles que não têm as fundações assentes da certeza do seu carácter... Por isso, avaliem sempre nos vossos corações as muitas verdades que são ditas. E preparem-se também para ouvir sempre a Verdade, pois essa queima como o Sol, mas também é a Vida, como o Sol.

O nosso selo está no coração desta irmã que despertou com a Sacerdotisa. Ambas são profundamente amadas e respeitadas pelo trabalho que fazem, cada uma à sua maneira e em conjunto. Até breve.

Dragão Branca

19 de Janeiro de 2010

#ArcanjoMiguel #Dragões

Todos os conteúdos deste site são de minha autoria e expressam quem sou e no que acredito. Ao usares expressões, frases ou imagens minhas e a partir deste site, cita a fonte, por favor. Gratidão.

© 2008 - 2020 por Isabel Angélica - Escola Iniciática de Desenvolvimento Humano e Espiritual | Terras de Lyz & Árvore da Lua

Site criado por Isabel Angélica com Wix.com