Mensagem de Junho de 2015 por Isabel Angélica/Arcanjo Miguel

Eu Sou Miguel, Arcanjo do Primeiro Raio da Verdade e Justiça Divinas.


Consegues imaginar como será o teu mundo interior e exterior se conseguisses esvaziar a tua mente e coração de todos os conceitos aprendidos até ao momento? Se conseguisses observar e sentir a Vida tal como ela é – uma experiência sempre nova e renovada? Se sentisses tudo como se fosse sempre a primeira vez, onde o bem e o mal não fossem mais do que uma observação sem tempo e espaço?

São estas as propostas que se abrem no início deste ciclo. No mês em que as energias de invocação a Maria estão no auge no tempo-espaço onde te encontras, vimos aqui abrir caminho para uma nova perspectiva sobre os eventos da tua vida e da vida do Planeta Terra. Mais do que invocarmos Maria, chamamos a este espaço a manifestação do Feminino pleno e integrado, para que nos guie na apresentação de algo completamente novo – uma linguagem e um sentir em plena união com a Grande Fonte Criadora na Terra e no Céu que existiu antes do patriarcado e antes da experiência que a Humanidade vive na castração de tudo o que é simbolizado na Vida e Morte como processos circulares.

Portugal está agora a completar um século de um ciclo onde a energia da Mãe foi anunciada como foco de celebração e responsabilização. Dentro de algum tempo será celebrado um século em que a Mãe se manifestou no seu esplendor pleno, embora todos os eventos a isso associados tenham sido deturpados, precisamente, por instituições e poderes patriarcais que retiraram da experiência o esplendor extático e a transformaram em castigo e castração.

Antes da linguagem patriarcal, antes da experiência do tempo e espaço actuais, Porto do Graal, Portugal, era a Terra de Ophiussa... a Terra da Serpente... a Terra que manifestava em plenos poderes de renovação cíclica o poder da Grande Mãe, a que casa o Céu e a Terra. A Serpente como simbolo da sabedoria do Feminino integrado que era o grande iniciador do Masculino integrado. Após isso veio a linguagem e simbologia patriarcal, que impôs a lei da espada que mata, rejeitando o cálice da vida... Mais do isso – tudo empreendendo para que o Cálice fosse desprovido de significado e simbologia, esvaziando o sangue que alimentava a Terra e o Céu em oferendas de renovação e bênçãos.

Convidamos-te por isso a ires lá mais atrás, a esses tempos, em que a vida e os ciclos eram celebrados, em que o Sol fecundava a Terra e onde a Lua era a mensageira das vozes do Além. Antes da linguagem e sinónimos patriarcais dos tementes e do deus castigador. Antes da divisão da mulher e da separação do homem de si mesmos, da sua essência.

Neste ciclo convidamos-te a despires as roupagens patriarcais e assumires a linguagem e essências dos princípios dos tempos onde a história não foi escrita pela raça humana mas sim pelos criadores da vida, que na realidade eram Almas em manifestação física e com um absoluto vivenciar dos ciclos eternos da criação da vida. 

Convidamos-te a ouvires o teu corpo e as tuas células na medida em que elas reclamam que sejas o senhor ou a senhora da tua vida, em que te tornes responsável por tudo o que te acontece, em que sejas emporadorado/a por tudo o que fazes, dizes, emanas ou pensas. Convidamos-te a assumir o real Serviço de Coração ao Céu e à Terra que é manifestado na Ponte que És. Convidamos-te a ouvires a linguagem ancestral que te fala das Mulheres Sacerdotisas e dos Homens Magos.

Para que tu e Portugal entrem embalados no novo ciclo que se abre no mês da Grande Mãe, é necessário que admitas a possibilidade de que todas as tuas estruturas interiores e exteriores sejam ilusórias e que isso implicará que a verdade e a coerência sejam unas na manifestação do teu Eu Sagrado e Divino. Apresenta-te e Verás! Apresenta-te e Serás!

És profundamente amado/a e honrado/a.

© 2007-15 Isabel Angélica. Mensagem recebida a 04.05.2015 através de Isabel Angélica. Todos os direitos reservados. Esta mensagem pode e deve ser divulgada com os devidos créditos ao Arcanjo Miguel e a Isabel Angélica (www.terrasdelyz.net || geral@terrasdelyz.net). Gratidão.

Todos os conteúdos deste site são de minha autoria e expressam quem sou e no que acredito. Ao usares expressões, frases ou imagens minhas e a partir deste site, cita a fonte, por favor. Gratidão.

© 2008 - 2020 por Isabel Angélica - Escola Iniciática de Desenvolvimento Humano e Espiritual | Terras de Lyz & Árvore da Lua

Site criado por Isabel Angélica com Wix.com