Mensagem de Julho de 2020 por Isabel Angélica / Arcanjo Miguel

Atualizado: Ago 30



Esta é uma mensagem que escrevo inspirada por uma força maior que habita neste momento o meu Ser Interno e que escrevo para que as palavras possam chegar em forma de cântico a cada um dos corações que a receber. Neste espaço interno, as palavras são partilhadas também com Arcanjo Miguel e a consciência de Madalena. Parte ainda de vivências e resoluções que tenho recebido nos últimos tempos e que sei que são também a tradução de muitos processos de cada um de vocês.

O processo que temos vivido em termos individuais e em termos colectivos fizeram-nos chegar Aqui e Agora com maior consciência do que estes eclipses nos têm trazido como um “arrumar da casa” que ainda está a decorrer. Sendo que a casa somos nós, o nosso lar, as nossas relações, a nossa família e, sem sombra de dúvida, as escolhas que temos feito para habitar a casa Terra e a forma como desejamos estar ao Serviço da Vida.

Os códigos crísticos que a Humanidade e a Terra têm recebido nos últimos anos são inegáveis (com vista à materialização da Nova Humanidade e da Nova Terra) com a presença cada vez mais forte e premente do Cristo Feminino que traduzo como a manifestação de Maria Madalena em comunhão com o Cristo Masculino que traduzo como a manifestação de Jesus. 
 

Os tempos que agora vivemos e que culminam, nesta fase na Lua Cheia de 5 de Julho e o eclipse solar, têm-nos trazido tremendos downloads para a integração interna do masculino e feminino em cada um de nós – mulheres e homens. Como consequência, temos sido convidados a uma escolha consciente a favor do Feminino alinhado que precisa, cada vez mais, sobrepor-se às energias do masculino de baixa vibração – aquele que oprime, abusa, agride e viola os recursos disponíveis a favor da Vida. Mais uma vez sublinho que este movimento é transversal a todos.

O que ainda estava a ser mantido a partir da energia de subjugação e dependência em detrimento da autoridade da nossa Alma Divina/Eu Superior precisou - ou precisa ainda - de ser revelado de forma crua e sem mais espaço para equívocos. O que poderá estar a ocorrer até com manifestações de raiva, violência (verbal, física ou emocional) para que possamos ser confrontados com a verdade daquilo que já não nos serve mais.

Revisão da matéria dada

Vénus, o astro do Amor na sua manifestação Feminina, saiu finalmente do seu movimento retrógado, encerrando um ciclo de 8 anos de profunda aprendizagem sobre relações íntimas e agora, num momento em que inicia um novo ciclo na formação de uma nova Rosa, nos pediu e está a pedir reposicionamento face à verdade do nosso coração e caminho. Aqui é importante tomarmos nota das lições aprendidas nos últimos 8 anos e, acima de tudo, nos últimos 40 e poucos dias.

No fundo, pelo que tenho entendido no meu Coração e Mente, são novas lições de desapego essenciais. O processo, embora difícil, é também uma oportunidade de darmos alguns passos atrás, tal como o Colibri faz no seu voo para escolher as melhores flores onde ir beber o néctar da Vida, de forma a criarmos um campo de observação alinhado com a nossa Verdade Interna... aquilo em que realmente estamos a vibrar.

Contudo, se para fazermos este balanço, que nos pede acção congruente, nos socorremos de padrões antigos (violência, raiva, sofrimento...) precisamos avaliar a metodologia adoptada já que as ferramentas de desenvolvimento humano e espiritual colhidas até aqui estão, neste momento, apresentadas para que façamos sábio uso delas. Caso contrário, ao descartá-las, o processo iniciático dos últimos dois anos e meio (tempo em que Saturno tem navegado por Capricórnio) irá ser testado até ao final deste ano e irá apresentar-nos de volta as incoerências, rancores acumulados, processos de dor e sofrimento que ainda não foram transcendidos, bem como os processos do ciclo do drama ainda em vigor.

O poder da escolha a partir da nutrição da Vida em nós e à nossa volta nunca foi tão necessário como agora. Se não escolhemos a bem, o Universo, na sua infinita criatividade, irá trazer-nos as lições em falta. Por isso, seja por empurrão ou por livre e espontânea vontade, o importante é escolhermos a partir da visão superior da nossa Alma Divina, por mais confuso que sejam os eventos, pois fazer escolhas (ainda!) a partir da vítima e do ciclo do drama irá ser um duro golpe para o nosso caminho na Terra. Não é fatalismo, mas sim realismo.

As armadilhas da vitimização

Estas armadilhas que nos são apresentadas trazem a poderosa sedução de nos chamar de volta a zonas de conforto. Contudo, pelo poder de escolha que nos assiste, podemos e devemos fazer, reagir e dizer diferente. O processo energético que envolve esta sedução é forte e deseja profundamente alimentar-se da nossa dor, raiva, medo e emoções recalcadas.

Se escolhemos a partir do padrão das feridas emocionais (traição, rejeição, abandono, injustiça ou humilhação), os eventos irão colocar-nos perante situações de extrema dor ou perpetuação de dor (seja ela física, mental, emocional ou espiritual).

Se escolhermos a partir da compreensão da liberdade que nos é apresentada em consciência ao Coração Sagrado, libertaremos cadeias kármicas extremamente importantes para o nosso processo individual e colectivo.


Neste momento, o que quer que seja escolhido,
O que quer que seja dito,
O que quer que seja feito
Será amplificado e manifestado de forma clara e evidente nas nossas Vidas.

Perante os eventos que temos estado a ser convidados a revisitar, a proposta agora é a de atravessarmos os véus confusos com discernimento e capacidade de desapego em relação à nossa história... não, não se trata de esquecer, não dar relevância, mas sim encarar a história pessoal como uma ferramenta que nos faz chegar aqui e agora, preferencialmente mais lúcidos. Claro que todas as escolhas são válidas e até Dezembro iremos colher o que agora estamos a semear e a dar atenção. E a qualquer momento podemos alinhar a rota, mudar o curso dos eventos, mas será necessária flexibilidade (cada vez mais!), maturidade e, acima de tudo, humildade que envolve o equilíbrio perfeito entre o poder pessoal, amor próprio e caminhar na Vida sem fazer mal à Vida que habita em cada Ser.

O Portal 8:8

À medida que nos aproximamos do Portal do 8:8/Nova Ano Galáctico, as energias irão tornar-se mais intensas ao ponto de denunciar TUDO o que não serva a Vida e o Amor... de dentro para fora. Por isso, aconselho vivamente que todos possamos integrar uma rede de apoio emocional e espiritual que sirva de nutrição para a travessia das águas de Caranguejo para o fogo do soberano Leão.

Estamos no caminho da Liberdade, onde o poder pessoal do Coração Sagrado está alinhado com a Chama Divina da nossa Alma. E isso requer o assumir da nossa autenticidade sem restrições e com absoluta Fé na magnífica Magia do Universo e da Fonte Criadora. Ficarmos presos à não-Vida (padrões, esquemas, armadilhas, projecções, desresponsabilização, etc.) é continuarmos na prisão do Eu... Temos a chave para sair da (auto)prisão: ficamos ou aventuramo-nos na experiência de fazermos/sermos aquilo que emana a nossa Alma Divina?

Sim, eu sei tão bem como qualquer um de vocês que a mudança traz medo, dúvida mas o desabrochar da Alma Divina precisa de espaço. Este último mês tem sido altamente desafiante, mas os processos vividos são absolutamente necessários como resposta clara às nossas orações, aos rezos feitos em frente ao Altar da nossa Alma Divina. 

Por isso, se não respondermos aos desafios com altura, a favor da Vida, Amor e Harmonia, voltamos ao lugar da ferida que se alimenta da dinâmica da vítima/manipulador/drama. Por isso, parece-me que o único caminho é o de abraçarmos a nossa vulnerabilidade, capacidade de rendição e vermos para além dos meninos/meninas magoados, traídos e abandonados.

Se a partir de finais de 2017 iniciámos um Caminho mais adequado à nossa Verdade Divina e agora chega a tentação de voltar ao passado, reviver relações com padrões antigos, erradicar as bênçãos do trilho feito, estamos a cair na armadilha interna de nutrir as zonas de conforto e nelas tentar gerar uma Vida estéril.

A oportunidade de ser e fazer diferente é agora. Por muito que doa ao Eu/Ego assumir, reconhecer e recapitular, é absolutamente necessário. Esta informação chega-me com muita força na presença de Arcanjo Miguel e Maria Madalena na minha Sagrada Trindade com assento no meu Coração Sagrado.


Como queremos viver esta Vida?
Como queremos estar ao Serviço da Vida?
Como desejamos ser Vida?

São estas as questões que nos deveremos fazer como se de um mantra se tratasse, ainda mais que a morte e a decadência têm estado tão presentes nas nossas existências colectivas. A Vida começa dentro de cada um de nós e estende-se a tudo aquilo que nos envolve, seja qual for a forma e reino.




Propostas para o Caminho

Gostaria de vos deixar aqui algumas propostas para o caminho pessoal e colectivo no sentido de continuar, como sempre pautei no meu Serviço, a estar presente a partir das minhas capacidades sacerdotais.

De 22 de Junho (Celebração de Maria Madalena) até 8 de Agosto

Trabalho online O CÁLICE DA VIDA

Todos os detalhes podem ser lidos aqui: https://www.isabelangelica.com/calice-da-vida

Serão 4 sessões que podem ser acompanhadas ao ritmo de cada um no sentido de haver uma integração do caminho feito até aqui e de como nos prepararmos para os próximos tempos. Arcanjo Miguel, Maria Madalena, a Mulher Serpente e Sekhmet serão as energias guardiãs destes ensinamentos, dispensações e alinhamentos.

Decidi fazer um valor super especial para que o máximo de pessoas tenha acesso a esta matéria que considero essencial e que é um upgrade a todo o trabalho que tenho vindo a realizar desde 2008 com Arcanjo Miguel neste território sagrado.

Acompanhamento terapêutico

A partir de 7 de Julho estarei novamente disponível para atendimentos online e presenciais na Ericeira no sentido de dar acompanhamento espiritual, mental, emocional e físico a quem precisa de apoio de 1:1 nestes tempos.

Todos os detalhes aqui: https://www.isabelangelica.com/servicos-terapias

Se vos interessa aprofundar mais sobre O CICLO DA VÍTIMA, DO DRAMA E DA SOMBRA podem adquirir este poderoso trabalho e assistir ao teu tempo e ritmo:

https://www.isabelangelica.com/product-page/ciclo-da-v%C3%ADtima-do-drama-e-da-sombra

Recordo ainda um chamado às mulheres serpente que está a ser feito no CAMINHO DA SERPENTE... uma formação para lá daquilo que existe actualmente no desenvolvimento pessoal e espiritual no Feminino...

Podes consultar a proposta aqui: https://www.isabelangelica.com/caminho-da-serpente-2020

Mensagem de 28 de Junho de 2020 por Isabel Angélica com acesso à manifestação interna de Arcanjo Miguel e Maria Madalena.


Todos os direitos reservados. Esta mensagem pode e deve ser divulgada com os devidos créditos ao Arcanjo Miguel e a Isabel Angélica.

Todas as mensagens recebidas por Isabel Angélica conectada com a Manifestação de Arcanjo Miguel podem ser consultadas no site da Escola Iniciática de Desenvolvimento Humano e Espiritual de Isabel Angélica em www.isabelangelica.com.

ISABEL ANGÉLICA

Escola Iniciática de Desenvolvimento Humano e Espiritual @2008-2020

[Terras de Lyz & Árvore da Lua]

¥ Parteira de Almas na Vida e na Morte

¥ Doula da Humanidade Arco Iris na unificação do Feminino e Masculino

¥ Arqueóloga das Emoções Humanas e Shadow Worker (resgate da sombra)

¥ Sacerdotisa, mulher de medicina, instrutora, autora, terapeuta, médium

419 visualizações

Todos os conteúdos deste site são de minha autoria e expressam quem sou e no que acredito. Ao usares expressões, frases ou imagens minhas e a partir deste site, cita a fonte, por favor. Gratidão.

© 2008 - 2020 por Isabel Angélica - Escola Iniciática de Desenvolvimento Humano e Espiritual | Terras de Lyz & Árvore da Lua

Site criado por Isabel Angélica com Wix.com