Dia da Espiga



Já foste apanhar a tua Espiga?


Lembro-me de, em pequenina, o Feriado Municipal em Vila Franca de Xira (o Dia da Espiga) ser celebrado com uma ida ao campo para colhermos as plantas e flores.

Actualmente, enquanto percorro o meu caminho enquanto Sacerdotisa e Filha desta Terra, entendo cada vez mais as raízes ancestrais deste costume que me conectam também a raízes mais antigas de celebração dos campos, beleza e fertilidade da Mãe Terra.


O Ramo da Espiga é tradicionalmente este é colocado em casa, atrás da porta principal e fica lá todo o ano. Isto até ser substituído no ano seguinte por um novo ramo. O velho, esse, pode ser devolvido ao Fogo ou à Terra por já ter cumprido o seu trabalho de atrair a prosperidade e protecção.

Os significados dos componentes do Ramo da Espiga


As Espigas: devem ser sempre em número ímpar, e são a parte mais importante do ramo. Podem ser de trigo, centeio, aveia, ou qualquer outro cereal. Representam o pão, como a base do sustento da família, e a fecundidade.


A Papoila: com a sua cor vibrante, sensual e quente a Papoila significa neste ramo o amor, e a vida. Sendo a parte mais garrida do ramo acaba por ser também aquele que mais se decai com o ano a passar, ao escurecer e secar.


O Malmequer: simboliza no ramo a riqueza, e os bens terrenos. Isto pelo seu branco simbolizar a Prata e ao mesmo tempo o amarelo simbolizar o Ouro.


A Oliveira: acaba por ter um duplo significado no Ramo da Espiga. Em parte significa a Paz, a o desejo pela mesma. Sendo que é um dos símbolos da Paz desde a antiguidade. Ao mesmo tempo é o símbolo da Luz, visto do seu óleo, azeite, se encherem as lâmpadas que alumiavam as casas. Sendo que esta Luz pode ser interpretada como o sentido divido da mesma, significando a sabedoria divina.


O Alecrim: tal como a Oliveira é uma presença constante pelo mediterrâneo. Com o seu cheiro forte e duradouro, e sendo uma planta que resiste a quase tudo, simboliza no ramo a força e a resistência.


A Videira: a representação do vinho, tão importante para a nossa cultura e tradição, no Ramo da Espiga vem naturalmente da Videira. Naturalmente também a associação à alegria também tão ligada ao Vinho na nossa cultura passa também por esta planta.


Hoje, recupera para ti esta tradição e conecta-te com a Terra Fértil na qual tens o privilégio de caminhar.


Gratidão por caminharmos em União e Unidade.


Isabel Angélica



Escola Iniciática de Desenvolvimento Humano e Espiritual @2008-2020

[Terras de Lyz & Árvore da Lua]

¥ Parteira de Almas na Vida e na Morte

¥ Doula da Humanidade Arco Iris na unificação do Feminino e Masculino

¥ Arqueóloga das Emoções Humanas e Shadow Worker (resgate da sombra)

¥ Sacerdotisa, mulher de medicina, instrutora, autora, terapeuta, médium

76 visualizações

Todos os conteúdos deste site são de minha autoria e expressam quem sou e no que acredito. Ao usares expressões, frases ou imagens minhas e a partir deste site, cita a fonte, por favor. Gratidão.

© 2008 - 2020 por Isabel Angélica - Escola Iniciática de Desenvolvimento Humano e Espiritual | Terras de Lyz & Árvore da Lua

Site criado por Isabel Angélica com Wix.com